3 September 2017

2 meses :: 2 months

Monsanto
Monsanto
Monsanto
Monsanto
(Castelo de Monsanto)

Há dois meses que andamos por cá.

Já arrumámos as caixas todas, já pendurámos os quadros que trazíamos e queríamos manter. Vamos testando a disposição da mobília nos novos espaços e já sentimos esta casa como o nosso refúgio.

Superámos (eu superei...) o Verão, os dias (muito) quentes e secos. Pensei que me ia custar mais. Afinal é do calor húmido que eu não gosto.

Já conhecemos a nossa aldeia. Todos os dias calcorreamos os antigos caminhos que a envolvem, desvendando novos recantos. Todas as semanas passeamos pelo nosso concelho, descobrindo novas aldeias, percorrendo belíssimas estradas (mais do que) secundárias, familiarizando-nos com as maravilhas  - mais ou menos - escondidas, partilhadas pelos "de cá".

Já reconhecemos os nossos vizinhos: a vizinha do lado que tem uma nora também do Porto, o inglês que adora andar de bicicleta e o seu cão, o senhor que tem uma horta impecável mesmo à nossa frente. Já somos conhecidos por todos, mesmo os que nunca vimos...

Encantámo-nos com projectos (e pessoas) que nos enchem de esperança no futuro do planeta, como este e este. Continuamos a sentir que estamos rodeados de pessoas afectuosas, tranquilas. Ir a algum lado implica sempre longas conversas. O tempo aqui tem outra medida.

Já fizemos amigos, também eles de longe, com projectos bonitos como este. E conhecemos pessoas vibrantes, que constroem um futuro diferente, como estas. E pessoas cheias de sabedoria e que continuam com os olhos brilhantes e a vontade de mudar, como este casal. Já tivemos algumas das nossas pessoas a visitar-nos (e a acarinhar-nos) e pudemos mostrar-lhes bocadinhos desta região que nos conquistou. Já voltámos ao Porto e sentimos estranha a confusão e o ruído. E não pude encher-me de oceano, que ainda me faz falta.

Agora é altura de recomeçar. Inicia-se um novo ano lectivo, para o Zé Manel. Há um projecto de uma nova escola a brotar, no qual temos o privilégio de estar envolvidos. Trabalhos e projectos aliciantes para mim. Este blog que quero desenvolver. Há muito a aprender sobre a terra, as estações, as luas, as sementeiras. Uma horta para fazer crescer. Árvores para plantar. Há uma terra para revitalizar, amar e nela erguer o nosso sonho. E há uma menina a desabrochar.

Bem vindo Setembro!

::

We've been here for two months.

We've already unpacked all the boxes, hanged all the frames that we brought and wanted to keep. We are testing the layout of the furniture in the new spaces and we already feel this house as our refuge.

We overcame (I overcame...) the summer, the days (very) hot and dry. I thought it would cost me more. After all it's the damp heat that I don't like.

We already know our village. Every day we walk the old paths that envelop it, unveiling new nooks and crannies. Every week we stroll through our county, discovering new villages, traveling on beautiful and (more than) secondary roads, familiarizing ourselves with the more or less hidden wonders shared by the "people from here".

We already recognize our neighbours: the neighbour next door who has a daughter-in-law also from Porto, the Englishman who loves to ride a bike and his dog, the gentleman who has an impeccable vegetable garden right in front of us. Everyone already knows us, even those we have never seen...

We're charmed by projects (and people) that fill us with hope for the future of the planet, like this and this. We still feel that we are surrounded by loving, calm people. Going somewhere always involves long conversations. The time here has another measure.

We've made friends, too, from afar, with beautiful projects like this. And we meet vibrant people, who build a different future, like these. And people full of wisdom and who continue with bright eyes and the will to change, like this couple. We already had some of our people come and visit us (and cherish us) and we were able to show them little bits of this region that has conquered us. We have already returned to Porto and we felt strange the confusion and the noise. And I couldn't fill myself with the ocean, which I still miss.

Now is time to start over. A new school year begins for Zé Manel. There is a project of a new school to sprout, in which we have the privilege of being involved. New works and projects are arising for me. This blog that I want to develop. There is much to learn about the soil, the seasons, the moons, and the sowings. A garden to grow. Trees for planting. There is a land to revitalize, to love and to raise our dream. And there is a little girl to blossom.

Welcome September!

3 comments:

  1. On Ema, que sitio lindo escolheram para o vosso projeto!! :))) É uma aldeia e especial e é uma região especial :) vá...eu sou um bocadinho suspeita, mas pronto :D
    Tudo de bom e aguardarei ansiosamente posts sobre a vossa nova vida!

    ReplyDelete
  2. Fico de coração cheio a ler isto, Ema. E as imagens são de cortar a respiração...
    Que sitio -e que comunidade- para a pequena Iris desabrochar!

    ReplyDelete
  3. Que bom. Esses sítios são tão ricos de cultura.

    ReplyDelete